barra

Formação de Técnicos Agrícolas

A regulamentação para o exercício da atividade económica agrícola obriga em muitas áreas a que os técnicos agrícolas sejam reconhecidos para as mesmas e que possuam formação profissional específica para o desempenho dessa função ou atividade, sem a qual não a poderão exercer ou realizar, nem os seus clientes poderão ter acesso a determinados apoios financeiros.

Este tipo de requisitos acontece geralmente em profissões ou atividades regulamentadas, podendo igualmente acontecer para o exercício da atividade de formador, designadamente em áreas tais como:

  • Distribuição, comercialização e aplicação de produtos fitofarmacêuticos e uso sustentável de pesticidas;
  • Modos de produção sustentável;
  • Bem-estar e protecção dos animais nos locais de criação e no transporte de curta e longa duração;
  • Inseminação artificial de bovinos;
  • Mecanização agrícola e condução de veículos agrícolas;
  • Micologia;
  • Valorização agrícola de lamas;
  • Inspecção de material de propagação, de sementes e outros.

Existem diplomas de regulamentação do reconhecimento de técnicos nas diferentes áreas e da formação necessária e, programas dos cursos regulamentados pelo MAM.

Para mais informação consultar:

Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) – Formação Profissional

DGADR – Lista de técnicos com formação regulamentada

DGADR – Valorização agrícola de lamas

DGAV – Direção Geral de Alimentação e Veterinária – Produtos Fitofarmacêuticos

Apoios financeiros:

No âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural – PRODER existem apoios destinados à formação de técnicos agrícolas através da Ação 4.2.1 Formação Especializada, com vista a melhorar as competências específicas dos ativos do setor agrícola, florestal e agro-alimentar.